Ativismo de sofá? Como continuar a luta sem cafés nem ruas – 9º “Café com Luta” no 16 de abril de 2020

O ativismo social e político tem uma grande importância no meio da atual pandemia. Mas com as medidas de confinamento, o espaço público deixou de ser lugar para a luta dos coletivos e movimentos. Como avançar com o ativismo sem sítios de encontro? Como organizar manifestações sem ruas e praças? Como fazer ouvir as reivindicações se o discurso mediático é dominado por um só tema?

Na primeira versão online do Café com Luta, vamos falar com três ativistas de diferentes áreas sobre a adaptação dos movimentos à nova realidade.
Pedro Ferreira e Catarina Carvalho vão contar-nos da recentemente criada Radio Gabriela, que surgiu no âmbito da Associação Cultural Sirigaita e que tenta criar comunidade no confinamento. Alexandra Alves Luís, da Associação Mulheres sem Fronteiras, partilhará connosco os desafios que o coronavírus trouxe à luta feminista. E Diogo Silva, ativista climático nos coletivos 2degrees artivism e Climáximo, vai falar sobre como levar o ativismo para a internet.

Onde? Online, na plataforma Zoom (os dados de acesso serão enviados após inscrição)

Quando? 16 de abril 2020, 18h00-19h30

Inscrição: bit.ly/cafecomluta9

________________________________________________________________________________________________________

Os Cafés com Luta são conversas informais, acompanhadas de bebidas e petiscos, com pessoas convidadas a partilhar a sua experiência sobre transformações sociais e políticas. As conversas decorrem em diferentes locais de Lisboa e pretendem funcionar numa lógica de aprendizagem mútua. São abertas a todas e todos e a participação é gratuita, mas, por motivos organizacionais, os lugares são limitados.

O ciclo de conversas é uma das iniciativas que dão continuidade ao “Reclaim Europe!“, um projeto pela participação da sociedade civil numa Europa comum iniciado pela Fundação Friedrich Ebert. Os Cafés com Luta contam com o apoio do Urban Transitions Hub (ICS-ULisboa) e da associação Transparência e Integridade.